Uniellas: proteção de marcas é um bom negócio

Compartilhe:

 

 

Sócias da Uniellas, Tamires Caldas, Luisa Caldas e Sandra Santos são especializadas no registro de marcas e patentes

Sócias da Uniellas, Tamires Caldas, Luisa Caldas e Sandra Santos são especializadas no registro de marcas e patentes

No final dos anos 1990, a francesa Hèrmes era uma das poucas grifes de luxo que não estava presente no Brasil. Tudo por conta de uma disputa em torno da marca, que por aqui já era usada, desde 1942, por uma empresa de venda de produtos por catálogo. Demorou dez anos até os franceses conseguirem autorização judicial para usar o nome no mercado brasileiro. Hoje a grife tem uma loja própria no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo.

Esse é só um exemplo – que acabou famoso por conta da fama da Hèrmes e seus lenços, bolsas, relógios e artigos de couro – de como a falta de registro da marca pode atrapalhar os negócios. “Com muita frequência somos procuradas por empresas com problemas de registro de marca, mas quando ela já foi reservada por outra companhia, não há o que fazer”, explica Luisa Caldas, sócia da Uniellas, consultoria especializada no registro de marcas e patentes que tem como sócias, além da própria Luisa, sua irmã, Tamires Caldas, e Sandra Santos.

Formada em administração de empresas, Luisa se interessou pela questão da propriedade intelectual e acabou se especializando na área, na qual atua há 16 anos. Segundo ela, muitas empresas deixam de registrar marcas ou patentes por puro desconhecimento, pois o valor não é alto, cerca de R$ 1,5 mil. Mas o processo é longo: pelo menos três anos a partir da entrada do pedido no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi).

O registro não é obrigatório, mas evita dores de cabeça e protege o investimento da empresa na marca (ou produto) ao impedir que um concorrente a use. Vale lembrar que empresas de diferentes segmentos podem usar a mesma marca – a revista Veja e o limpador multiuso da RB têm o mesmo nome, e não há conflito. Cada um no seu quadrado.

GRUPO

Além de atender empresas dos mais diversos segmentos em todo o País, Luisa criou também um grupo virtual para estimular o empreendedorismo feminino, o Mulheres Empreendedoras do Grande ABC. Em pouco mais de um ano, já são 1.249 participantes na página do grupo no Facebook. A ideia é divulgar produtos e serviços, trocar informações e agregar valor ao negócio de cada uma.

SERVIÇO:

Uniellas Marcas e Patentes

Endereço: Av. Padre Manoel da Nóbrega, 526, Santo André

Telefone: 4436-7169

 

Posts relacionados

Deixe um comentário: