Spectral: guerra sobrenatural com respostas científicas

Compartilhe:

Produção original da Netflix chama atenção por ideia inovadora, mas foco se perde em alguns momentos

Por Camila Galvez

spectral-netflix-review

Foto: Divulgação
Tecnologia de guerra é tema de longa

Ao ler a sinopse de Spectral, nova produção disponibilizada pela Netflix, a primeira impressão é que se trata de filme de guerra sobrenatural. Afinal, espécie de espectros atacando e matando soldados em uma guerra faz pensar logo em um tipo estranho de Caça-Fantasmas. Mas logo a ideia fica para trás ao ver que se trata de algo com pretensa explicação científica. No entanto, o mote não impede que o telespectador, em alguns momentos, perca um pouco o foco diante de toda história.

MISTÉRIO

O filme conta a história de soldados em guerra que lutam para sobreviver diante de criaturas que só podem ser vistas com aparatos tecnológicos e são altamente letais. Os espectros desafiam qualquer lógica e, conforme as crenças, são espíritos de vítimas da guerra que retornam para assombrar o inimigo.

spectral_cartazPara desvendar o mistério, pesquisador interpretado por James Badge Dale é chamado pelos comandantes do Exército. Munido de câmera capaz de enxergar os espectros, acoplada a um tanque de guerra, ele aos poucos descobre do que se tratam: um tipo de condensado de moléculas com características humanas, ou seja, uma arma de guerra altamente tecnológica inventada pelo homem.

TECNOLOGIA

O filme todo gera certa tensão, mas não espere encontrar as tradicionais fórmulas utilizadas em filmes de fantasmas, como susto e terror. Não há sangue, as mortes são limpas, com um mínimo de violência, a não ser as características básicas de filmes de guerra. Mesmo assim, é psicologicamente assustador pensar em onde a tecnologia pode levar a guerra por poder.

O filme é dirigido por Nic Mathieu, com roteiro de Ian Fried. O elenco de Spectral conta ainda com os atores Max Martini, Emily Mortimer e Bruce Greenwood.

LANÇAMENTOS

um-gato-de-ruaUm Gato de Rua Chamado Bob chega nesta quinta-feira (29 de dezembro) aos cinemas brasileiros. Inspirado no livro de mesmo nome e baseado em fatos reais, conta a história de um simpático gatinho laranja que chama a atenção da multidão nas ruas de Londres. Com um vistoso lenço em volta do pescoço, Bob, como é chamado, vive com James Bowen (Luke Treadaway), que toca música pela cidade com seu violão surrado. Mais do que um companheiro de rua, Bob é protagonista da história de superação e da luta contra as drogas de seu dono.

Para quem gosta de animais e também de seus donos.

invasao-zumbiE para os fãs de mortos-vivos, chega também às telonas hoje o filme sul-coreano Invasão Zumbi. Em um trem de alta velocidade com destino à cidade de Busan, um vírus que transforma as pessoas em zumbis se espalha. A cidade conseguiu com sucesso se defender da epidemia, mas agora eles devem lutar pela sobrevivência.

Para fãs do seriado The Walking Dead.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário: