Qualidade de vida é tema de palestra para arquitetos

Compartilhe:

 

Previous Image
Next Image

info heading

info content


Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Saúde, torna-se destaque enfatizar a qualidade de vida como forma de prevenir doenças. O tema, aliás, foi eleito para o recente palestra da série de encontros mensais destinados a arquitetos e designers promovida pela paulistana Top Mármore. A palestrante foi Juliana Romantini, que foi convidada para a ação pelos irmãos e sócios da Top Mármore: Gerlânia e Lázaro Medeiros. Consultora de bem-estar e personal trainer, vale lembrar a Juliana adota uma visão holística sobre o ser humano.

Ao abordar o tema Existe Saúde e Bem-estar durante a Execução de uma Obra ou um Projeto, a palestrante chamou a atenção da plateia com frases que fizeram refletir. “A nossa natureza é estar bem, apesar da sociedade dizer o contrário. Por isso, o organismo chama organismo. Porque ele se organiza! Querer viver 100 anos exige planejamento”, diz ela, que acentuou para os profissionais reservarem nas agendas um tempo apenas para eles próprios.

A seguir, algumas das principais frases selecionadas nas palestras que o blog Estilo Angélica apresenta para os leitores:

Sono

“Cérebro saudável. Para manter a consciência, o nível intuitivo, a criação, é necessário também dormir cedo. Os mais antigos dormiam cedo, pois não tinham distração e energia elétrica.”

“É preciso dormir, pois a assimilação precisa ser sistemática. Dormir também atua no retardamento do processo de envelhecimento.”

“O hormônio GH, no adulto, atua como lixeiro, limpando o organismo. O pico de sintetização dele é das 23h à 1h da manhã. Depois desse horário, a atuação dele decresce.”

“Não existem pessoas matutinas ou noturnas. O corpo se acostuma com a rotina.”

“Durma cedo e, pelo menos, sete horas para organizar os hormônios. Dormir seis horas, vivendo em São Paulo, ingerindo alimentos industrializados, respirando mal e vivendo com elevado grau de estresse  são condições que nos impede de atingir o equilíbrio.”

Atividade física

“Movimente-se. Não se movimentar atrofia o corpo. O movimento está ligado ao sistema cardiovascular.”

“Quanto às atividades físicas, o exercício funcional é o mais indicado – é aquela que simula coisas que faço no dia a dia. Pilates e yoga são boas dicas. Fortalecem e alongam, favorecendo a flexibilidade.”

“A corrida é uma evolução da caminhada e é saudável até o momento em que servem para bombear oxigênio para o seu organismo. Corridas de ruas são maléficas para muitas pessoas que ficam com déficit de oxigênio. Já caminhadas com nível de oxigenação adequada fazem bem. O corpo aponta as ‘deficiências’ do corpo, por isso, é importante não forçar.”

Relaxamento

“Alongamento irriga o músculo de sangue, relaxando-o. Este é o ponto principal dele e depois a flexibilidade.”

“Reserve 10 minutos por dia para não fazer nada ou meditar. É necessário. O oriental aprendeu isso, os ocidentais não.”

“Fazer coisas que causam prazer, sem esforço, diariamente.”

Alimentação

“Beba, mas com moderação.”

“Opte por alimentação ‘saudável’ e mais natural possível para a obter maior absorção de vitaminas e nutrientes, porém, sem neuras. Comer algo não saudável é permitido, sem medo, desde que seja a exceção da semana. “Quando estava grávida, pensava no que era mais nutritivo para o meu bebê e um dia me perguntei porque meu amor por ele é maior do que por mim.”

“Mudança de hábito é algo que você faz forçadamente por um mês. Se você fizer por um mês, vai perceber que não dá pra comer tudo o que comemos, porque dá tempo de a informação de satisfação chegar no cérebro.”

Notícias

“Para que dar atenção às notícias sensacionalistas dos jornais? Há um estudo que relata que esse tipo de medo criado pelos noticiários prejudica a saúde.”

“A presença de ‘vida’ na vida é importantíssimo!”

Posts relacionados

1 Response

  1. Valmir Gonzaga de Jesus disse:

    Maravilhosas dicas de Viver Bem, vou enfatizar em dormir bem, pois vejo como o combustível da máquina humana, essencial para melhor qualidade de toda há Vida.

Deixe um comentário: