Motivos de sobra para Bob Dylan ganhar o Nobel

Foto: Domínio Público Bob Dylan escreveu textos para serem ouvidos

Foto: Domínio Público
Bob Dylan escreveu textos para serem ouvidos

Cantor e compositor norte-americano é premiado por canções e poesias escritas ao longo da carreira

“How many roads must a man walk down (Quantas estradas um homem deve percorrer)
Before you call him a man? (Para poder ser chamado de homem?)
(…)
The answer, my friend, is blowin’ in the wind (A resposta, meu amigo, está soprando no vento)
The answer is blowin’ in the wind (A resposta está soprando no vento)”

A canção Blowin’ in the Wind, de 1963, é uma das mais populares do cantor e compositor norte-americano Bob Dylan anunciado vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2016. Que suas letras são pura poesia, os fãs já sabem há muito tempo – a resposta está soprando no vento. Para a Academia Sueca, “Dylan tem o status de um ícone” e “sua influência na música contemporânea é profunda.”

A nota biográfica do prêmio afirma ainda que “Dylan gravou grande número de álbuns que giram em torno de temas como a condição humana, religião, política e amor”. Além de Blowin’ in the Wind, Subterranean Homesick Blues, Mr. Tambourine Man e Like a Rolling Stone são sucessos do cantor, que havia premiado com 12 Grammys e um Oscar. No Brasil, teve letras traduzidas e/ou interpretadas por nomes como Zé Ramalho, Diana pequeno, Caetano Veloso.
O que muitos não sabem é que, além das canções, Dylan, hoje com 75 anos, também publicou livros de poesia ao longo de sua carreira, influenciado pela geração beatnik e por poetas modernos norte-americanos. Também tem trabalhos como pintor, ator e autor de roteiros.

A obra do novo Nobel foi comparada à dos poetas Homero e Safo, que escreveram “textos para serem ouvidos, muitas vezes com instrumentos musicais para acompanhar.”

Para a poeta Dalila Teles Veras, criadora da Alpharrabio Livraria e Editora, em Santo André, nada como um prêmio polêmico para movimentar as redes sociais entre os literatos. “Acredito que esse reconhecimento recupera discussão que, a meu ver, está encerrada. Grandes compositores, como Bob Dylan ou os brasileiros Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil, são poetas. Não importa se a poesia é escrita, falada ou cantada. Se é poesia e está na pauta, então viva!”

BIOGRAFIA

Nascido Robert Allen Zimmerman em 24 de maio de 1941, em Duluth, Minnesota, nos Estados Unidos, Bob Dylan cresceu em uma família judaica de classe média em uma cidade mineradora. Na adolescência, tocou em diversas bandas, dedicando-se à tradição da música americana, especialmente ao folk e ao blues.

Mais tarde, Dylan largou a faculdade e se mudou para Nova York onde se tornou famoso no início dos anos 1960. Lá, passou a tocar em casas de shows e cafés no famoso bairro Greewich Village.

Seu primeiro disco, Bob Dylan, é de 1962. Ao todo, foram registrados 69 álbuns ao longo de sua carreira. Além do título de Nobel da Literatura, Dylan receberá 8 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 2,9 milhões).

Posts relacionados

Deixe um comentário: