HOMENS NO COMANDO DO FORNO&FOGÃO

Compartilhe:

cozinha2Costumo olhar um pouco de soslaio para algumas datas no calendário. Ou são comerciais demais ou anacrônicas.  Não me refiro às efemérides históricas – estas, registro aqui com alguma lástima por estarem cada vez mais entrincheiradas em páginas de livros escolares pouco manuseados. Mas isso são outros quinhentos. Refiro-me nestas linhas às mais genéricas, como o Dia do Homem a ser celebrado neste sábado. Por outro lado, neste caso, devo adotar a lógica (ou coerência?): se há o Dia da Mulher, então porque não uma data consagrada ao sexo masculino? É justíssimo!

Também é justo reconhecer que o homem vem abrindo espaço em ambientes domésticos até há pouco exclusivamente femininos, como a cozinha.

CHEFSe há menos de 20 anos os homens tinham seus domínios culinários limitados às churrasqueiras, hoje eles ampliaram consideravelmente o campo de ação. O mundo do fogão e das panelas é com eles mesmos. E ganham pontos por isso. E como ganham!

Observe nas reuniões em casa de amigos. Eles são os primeiros a colocar os aventais. Aliás, bem destemidos. Se não receberam como as irmãs as aulinhas de práticas culinárias, os homens preenchem a lacuna de conhecimento com o rigor típico dos alunos das primeiras fileiras das salas de aula: acessam os sites mais interessantes de receitas, sabem não só quem ganhou o último MasterChef como quem foi o segundo colocado! Além disso, seguem nas redes sociais celebridades do mundo gastronômico. Definitivamente, aprendizes Nota 10.

Há quem sugira que eles ganharam intimidade com forno & fogão à medida que as mulheres passaram a participar com mais peso no mercado de trabalho. Em resumo: foi uma necessidade para manter o funcionamento do lar. Mas há também quem aposte que a intimidade masculina com as panelas é resultado de uma estratégia (in) consciente de conquistar o sexo oposto. Afinal, ao exibirem seus dotes culinários, além de ficarem em evidência, os homens nos agradam de forma personalizada e carinhosa. Definitivamente, podem alcançar o coração pelo estômago.

Sei não, mas acho que vai ser bem difícil, nós, mulheres, reivindicarmos o direito a assumir novamente o comando das panelas.

Posts relacionados

Deixe um comentário: