Festa Italiana termina hoje com shows, sabores e solidariedade

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Divulgação/Rotary Club São Caetano e assessoria de imprensa da Prefeitura de São Caetano

Hoje é a despedida da Festa Italiana de São Caetano, que, em sua  25ª edição confirmou o DNA como um das mais autênticos eventos de sotaque ítalo-brasileiro do País e, ao mesmo tempo, celebrou as origens do município construído com o trabalho de imigrantes vindos de diferentes regiões da Itália.

A afirmação é constatada pela organização primorosa, segurança para todos os visitantes e atrações que, além das 23 barracas de gastronomia temática (de fogazza a sfolgliatella), reuniu ao longo dos fins de semana deste mês na Praça Comendador Ermelino Matarazzo, no Bairro Fundação, apresentações artísticas com humor e música.

ALTO ASTRAL

Na parte musical, esse fim de semana, a atração escalada é Fred Rovella e banda, com músicas tradicionais, como Con te Partiró e Nel blu dipinto di blu, entre outras.

Quem também se apresenta são as bandas Viva Italia, Bella Italia e o imperdível show Os 3 Tenores, com o maestro Ezio Bonini. Quem já foi, sabe como é. Quem for pela primeira vez conhecerá a alegria contagiante da Famiglia Bracciola, com a impagável Mamma Bracciola, o rabugento e engraçado Dom Peppino e o figlio pazzo (filho maluco) Giovanne, o Porpetinha.

“Viemos de Gênova, diretamente para participar da Festa Italiana, a convite de il nostro amicco Fred Rovella. Estamos muito felice em estar aqui, vamos ficar até o último dia para conhecer muita gente”, disse Mamma Bracciolla, arranhando no português.

Vale lembrar que hoje a festa tem início às 18h e que todas as barracas da festa têm a renda revertida para ações sociais.

Não deixem de experimentar na barraca do Fundo Social de Solidariedade de São Caetano a pera ao vinho com sorvete de creme – aliás, a sobremesa mais tradicional da festa. O Estilo Angélica provou, aprovou e repetiu a sobremesa vêneta, bem como entradas e pratos da Cantina da Casa da Amizade, comandada pelos companheiros do Rotary Club São Caetano com a adesão dos demais clubes da cidade. Cozinha nota 10 para todos.

Capricho na décor  das barracas é nota de destaque, a exemplo do Lions Santa Maria, que enfatizou as cores da bandeira italiana também nos uniformes das simpáticas voluntárias que atendem o público.

INFRAESTRUTURA

Charly  Farid Cury, presidente da Fundação Pró-Memória e da Comissão de Organização da Festa, destaca que a Prefeitura fez todos os preparativos para resgatar a importância histórica desse evento tradicional – a terceira maior festa italiana do Estado de São Paulo – em seu jubileu de prata. Para isso, tomou especial cuidado com a infraestrutura, organização e segurança.

Outro cuidado foi com a escolha das entidades participantes. “Escolhemos, com bastante critério, 23 entidades que têm tradição na ação social e fazem um trabalho significativo, atendendo desde o recém-nascido até o idoso”.

CARDÁPIO BRAILE

Uma das importantes novidades desta edição da Festa Italiana foi o cardápio em braile. Todas as barracas ofereceram menu impresso na escrita tátil destinado a portadores de deficiência visual.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário: