Duas décadas de acordes

Compartilhe:
Fotos: Victor Versolato Formação com músicos experientes da orquestra e coral; à frente Júlio Versolato, fundador do grupo

Fotos: Victor Versolato
Formação com músicos experientes da orquestra e coral; à frente Júlio Versolato, fundador do grupo

Os acordes da Orquestra e Coral Versolato ecoam há exatos 20 anos a serem completados no dia 23. São muitos os números em torno do grupo, que contabiliza cerca de mil arranjos personalizados para eventos, em especial, para casamentos. Tanto para serem executados na igreja quanto na festa. “São releituras que fazemos de vários ritmos e grupos. Tem até Led Zeppelin”, conta Júlio Versolato, diretor musical e fundador da Orquestra.

Para atender a demanda, Júlio explica que existem várias dezenas de formações. “Vai de um quarteto de cordas até um orquestra com 50 músicos”, diz ele, que reserva as manhãs de domingo a audições para os clientes. “É um cuidado que temos para apresentar os arranjos aos noivos que já nos contrataram e para os que ainda não selecionaram as músicas”, completa o diretor musical.

Ele próprio também se apresenta nas festas tocando trompete ao lado da mulher, a cantora Jandira Versolato. A seleção musical é resultado de pesquisas sobre repertórios executadas no período após Segunda Guerra Mundial. A apresentação é batizada de Soft Jazz. “Nos casamentos, funciona bastante como som lounge, precedendo a entrada do DJ”, explica. O casal pode ser visto em eventos culturais. O mais recente foi apresentação em praça de alimentação do Festival de Paranapiacaba.

Talentos

Júlio conta ainda que em paralelo às atividades na orquestra, também esboça projeto para apresentação de músicos locais em espaços da região. “O Grande ABC é um celeiro de talentos que se apresentam no cenário nacional e internacional com grandes nomes”, explica ele, cujo filho Victor já segue os passos dos pais em apresentações da orquestra. Amanhã, o talento de uma das formações da Orquestra Versolato poderá ser conferido na abertura da sessão solene na Câmara de Santo André por ocasião das comemorações em torno do Dia da Maçonaria.

Com microfone vintage, Júlio Versolato apresenta ao lado da mulher, Jandira, repertório Soft Jazz

Com microfone vintage, Júlio Versolato apresenta repertório Soft Jazz ao lado da mulher, Jandira

 

Posts relacionados

2 Responses

  1. Marta Alcântara Machado disse:

    Eles são referência em música para grandes eventos no ABC, os vi se apresentando na inauguração do Golden Square Shopping, coral maravilhoso!

Deixe um comentário: