Domingo é o Dia da Pizza: comemore!

Compartilhe:

pizza-Dia da Pizza 2_pixabayE o domingo vai acabar em pizza!, no bom sentido. Comemora-se dia 10 de julho o Dia da Pizza e nada melhor do que uma redonda para fechar o fim de semana. E, como não faltam opções para degustar as redondas no Grande ABC, resolvermos contar um pouco da história desse saboroso prato. Vamos lá:

ORIGEM

Ao contrário do que se imagina, a pizza não nasceu na Itália, embora tenha sido neste país que ganhou sua forma e sabor atual.

A história da pizza começou com os egípcios há mais de 5 mil anos. Acredita-se que eles foram os primeiros a misturar farinha com água e criar essa massa tão simples e peculiar. Há também quem diga que foram os gregos os inventores, que já preparavam massas à base de farinha de trigo, arroz ou grão-de-bico e assavam em tijolos quentes.

Os babilônios, hebreus e egípcios já misturavam o trigo e a água para assar em fornos rústicos. Os fenícios, três séculos antes de Cristo, costumavam acrescentar coberturas de carne e cebola ao pão. Por ocasião das Cruzadas, essa receita chegou à Itália, pelo porto de Nápoles, dando origem ao que hoje chamamos de pizza.

FORMATO

Foram os italianos a acrescentar o tão molho de tomates. Mas isso foi muitos séculos depois. Os tomates só chegam à Europa trazidos das Américas pelos colonizadores espanhóis. No começo, era recheada só com ervas regionais e azeite de oliva.  Ela ainda não tinha sua forma característica, redonda; era dobrada como um calzone.

pizza_Dia da pizzza_pixabayMassa fina, massa grossa, bordas recheadas, gergelim, doce, salgada, frita, tradicional, brotinho, gigante, a pizza chegou ao Brasil, por meio dos imigrantes italianos. Foi no Brás, bairro dos imigrantes italianos em São Paulo, que as primeiras pizzas’ começaram a ser vendidas no Brasil.

E mais duas curiosidade: São Paulo é a segunda cidade que mais consome pizza no mundo, sendo superada só por Nova York. O Brasil é o maior consumidor da redonda entre todos os países do mundo.

Posts relacionados

Deixe um comentário: