Bruno Patriani, o mais jovem empresário de imóveis do ABC

Compartilhe:
Foto: Divulgação Bruno Patriani tem planos de investimentos no Grande ABC, Capital e Interior

Foto: Divulgação
Bruno Patriani tem planos de investimentos no Grande ABC, Capital e Interior

Quem diz que a Geração Y é imediatista não deve conhecer o diretor da Incorporadora Patriani, Bruno Patriani. Com apenas 25 anos de idade, ele já comanda uma empresa de 140 funcionários (incluindo os da construtora VBG, fundada no início de 2015) e que tem dez empreendimentos em carteira. Três deles já foram entregues – em Santo André, São Caetano e Campinas – e outros sete estão em obras.

Filho de um dos principais executivos da operadora de turismo CVC, Valter Patriani, Bruno começou a trabalhar com vendas muito cedo, aos 17 anos, após desistir de tentar a carreira de tenista profissional. Ao deixar a CVC, Valter Patriani fundou a incorporadora, em 2012, e Bruno passou a trabalhar no negócio da família, pelo qual se apaixonou.

“Vou terminar o curso de Administração e pretendo fazer Engenharia; é algo de que gosto muito. Comecei a trabalhar nesse ramo e adorei. Sou bastante focado no trabalho”, comenta o jovem empresário, que assumiu o comando da empresa quando o pai recebeu um convite irrecusável para voltar à CVC, em meados de 2013.

A pouca idade não é problema na hora de lidar com profissionais mais velhos e liderar a equipe, ele garante, pois trata-se de uma empresa jovem, na qual todos aprendem uns com os outros. E os planos são ambiciosos: a ideia é se tornar uma das grandes do segmento no Grande ABC para depois partir para o mercado paulistano.

De fato, a empresa já atua fora do Grande ABC: além do empreendimento de Campinas, tem outro em Sorocaba e para o ano que vem lançará o Atibaia Office Patriani. Será um prédio comercial de sete andares, na cidade de Atibaia, no interior paulista.

Outro lançamento programado para 2016 é o Sky, anunciado como o mais alto prédio residencial de Santo André. São 29 andares, mais o térreo e dois pisos de garagem, localizado a meio caminho entre os shoppings Metrópole, em São Bernardo, e ABC, em Santo André.

Segundo Bruno, um dos diferenciais da Patriani é que cada prédio tem um projeto próprio, diferente dos demais, mas todas as unidades de cada edifício são exatamente iguais. O Sky, por exemplo, só terá apartamentos de dois quartos, com 84 m² e duas vagas de garagem.

A previsão é de que a empresa faça de três a quatro lançamentos no ano que vem, apesar dos prognósticos nada animadores para a economia brasileira. Mas mesmo em 2015, ano considerado ruim para o mercado imobiliário, a Patriani considera ter se saído bem, em boa parte por contar com recursos próprios e não precisar de financiamento bancário para tocar suas obras.

Como reconhecimento, a empresa ganhou, em novembro, o Selo Referência Nacional & Qualidade Empresarial 2015, entregue pela ANCEC (Agência Nacional de Cultura, Empreendedorismo e Comunicação). “Recebemos nove prêmios este ano, mas o maior deles é a confiança dos nossos clientes”, resume Bruno.

 

Posts relacionados

1 Response

  1. Inês Sarro disse:

    Bruno, tenho certeza que o melhor esta por vir! Te desejo todo sucesso nesse ramo empresarial e que você cresça cada vez mais! Um abraço! Inês Sarro.

Deixe um comentário: