Hoje tem o Bloco Maria Sapatão: 40 anos de folia em Rudge Ramos

Compartilhe:

Nesta tarde, tradicional #bloco percorrerá ruas do bairro são-bernardense  embalado por #marchinhas e muita animação

Um dos mais tradicionais blocos, o Maria Sapatão completa 40 anos de história no bairro Rudge Ramos

Um dos mais tradicionais blocos, o Maria Sapatão completa 40 anos de história no bairro Rudge Ramos

A brincadeira começou no fim da década de 1970. Alguns amigos, inspirados pela adolescência e pelos bordões imortalizados pelo apresentador #Chacrinha, decidiram se reunir no Carnaval de 1977 e sair pelas ruas travestidos de mulheres.

O Maria Sapatão ganhou mais integrantes e, neste ano, não vai deixar a tradição morrer, já que comemora o aniversário de 40 anos de folia.

O bloco sai às ruas na terça-feira, 28, às 14h, na Praça São João Batista. Homem de saia, mulher de bigode ou mesmo saci de duas pernas. Apesar da tradição, está liberado participar do bloco sem se travestir ou usar fantasia.  “O importante é a comunidade pular as marchinhas com a gente. A ideia é fazer um Carnaval gostoso e tranquilo, em que toda a família pode participar”, comenta para o Estilo Angélica um dos fundadores e organizadores do Maria Sapatão, José Carlos Marola.

UNIÃO

Não tenha medo, vergonha ou receio. O Maria Sapatão é uma forma de unir não somente os moradores do bairro Rudge Ramos, mas todos que gostam de Carnaval. “O bloquinho faz parte da história do bairro. E queremos manter isso na memória das pessoas”, falou Marola.

O grupo parou de brincar a festa por alguns anos e, em 2012, retomou a folia com mais de 200 pessoas participando. “É uma tarde para a gente sair pelas ruas curtindo marchinhas, de forma que pai, mãe, filho e até os avós venham participar. Fazemos de tudo para manter um clima familiar”, descreveu o organizador.

Para quem quiser participar do bloco, basta estar na concentração na Praça São João Batista, Avenida Senador Vergueiro, número 1, a partir das 14h da terça-feira de Carnaval. Como cantava Sérgio Sampaio, o importante é “…botar o bloco na rua, gingar para dar e vender…”

Veja mais imagens: 

Posts relacionados

Deixe um comentário: