As pranchas de Marcelo Luna no Giramundo

Gostou? Clique e Compartilhe:

Previous Image
Next Image

info heading

info content


A são-bernardense Rua Olegário Herculano, mais precisamente no Giramundo Restô & Music Bar, foi dominada pelo espírito do surfe nesta semana. Tudo para receber o coquetel de lançamento do Projeto Meu Mundo, Meu Sonho, idealizado pelo surfista de ondas gigantes (Tow-in Surf) Marcelo Luna. As pranchas de Luna, que ajudam a contar sua trajetória, deram um toque especial à casa, tornando-a ainda mais aconchegante e receptiva aos convidados. E os drinques, escolhidos especialmente para o evento, contribuíram para que todos se sentissem à beira-mar. O evento contou com o apoio da casa noturna.

Entre os presentes estavam Tarcisio Secoli, Secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo, empresários do universo do surf, além da família e amigos do surfista. Marcelo, que nasceu e reside em São Bernardo, apresentou, com detalhes, seu projeto ambicioso: entrar para o Livro dos Recordes como o primeiro surfista residente em uma cidade não localizada em região litorânea a surfar a maior onda do mundo, que deve ter aproximadamente 100 pés, o equivalente a pouco mais de 33 metros de altura. Todo o projeto está sendo acompanhado e registrado por uma equipe própria, e deve ser exibido em canais fechados assim que for concluído.

O projeto audaciosos de Marcelo já conquistou importantes patrocinadores, como a marca de surfwear Perfect Waves Brasil, uma das principais marcas do ramo no país, com quase 30 anos de mercado. Carlos Ferreira, diretor da marca, orgulha-se ao falar da parceria. “O surfe de ondas grandes é o êxtase do surfista. É uma explosão de energia, a verdadeira razão do surfe. O Meu Mundo, Meu Sonho é um desafio extraordinário e audacioso, mas que eu acredito muito”.

Marcelo explica que seu sonho nasceu com o desejo de contribuir não apenas com o esporte, mas também com diversos outros sonhos, que talvez estejam escondidos por aí. “O surfe me deu muitas lições e ensinamentos. O meu desejo agora é despertar em jovens do Brasil, independente de morarem ou não na praia, de que é possível realizar o sonho de ser surfista, dando esperança para muitos sonharem e realizarem seus próprios sonhos”, conta esperançoso.

O Giramundo fez questão de abrir espaço e recepcionar o evento, que também serviu como boas-vindas ao surfista que acaba de voltar de uma temporada na Meca do Tow-in Surf, em Nazaré, Portugal.

Gostou? Clique e Compartilhe:

Posts relacionados

Deixe um comentário: