Amor à matemática em O Homem que Viu o Infinito

Compartilhe:

História de gênio indiano reúne time de atores consagrados e faz sucesso entre público e crítica

Por Camila Galvez

Fotos: Divulgação Matemático é interpretado por Dave Patel

Fotos: Divulgação
Matemático é interpretado por Dev Patel

Filmes sobre matemáticos parecem ter espécie de fórmula secreta para o sucesso. Basta citar o incrível Uma Mente Brilhante e, mais recentemente, o instigante O Jogo da Imitação, todos baseados em fatos reais. No caso de O Homem que Viu o Infinito, um dos lançamentos deste início de ano no serviço de streaming Netflix, não poderia ser diferente.

Estilo Angélica assistiu ao drama e recomenda, começando pela escalação do elenco. O matemático indiano Srinivasa Ramanujan, de quem o filme conta a história, é interpretado pelo jovem e talentosíssimo Dev Patel, que ficou conhecido por seu papel no vencedor do Oscar de Melhor Filme de 2009, Quem Quer ser um Milionário. O tutor de Ramanujan na Universidade de Cambrige, em Londres, Godfrey Harold Hardy, é representado pelo experiente e sempre brilhante Jeremy Irons, vencedor do Oscar de Melhor Ator em 1991 pelo filme O Reverso da Fortuna.

De maneira inspirada, o até então desconhecido cineasta Matt Brown reúne elementos interessantes e delicados para contar a história do indiano que, sem qualquer tipo de formação acadêmica, revela-se um gênio da matemática, que se expressa por meio de sua fé.

O sonho de Ramanujan, nascido em Madras, localidade bem pobre da já carente Índia, é que suas descobertas matemáticas sejam publicadas. Ele acreditava que as fórmulas que criava eram sussurradas em seu ouvido pela deusa hindu Namagiri.

Quando recebe convite para ir à Inglaterra apresentar seu trabalho, não hesita mesmo diante do fato de ter de abandonar temporariamente sua esposa e cruzar o oceano, algo considerado proibido por suas crenças.

o homem que viu o infinitoNa Inglaterra Ramanujan encontra muita resistência dos colegas matemáticos, inclusive de seu tutor, que exige que ele desenvolva provas para os teoremas que criou. Diante do estresse, da falta de notícias da esposa, do preconceito sofrido por ser indiano e da escassez de alimentos trazida pela Primeira Guerra Mundial – ele mantinha dieta vegetariana -, a saúde de Ramanujan declina enquanto sua mente voa rumo às provas necessárias para que ele se torne um dos maiores matemáticos dos últimos tempos.

Vale prestar atenção na citação de outro colega matemático, John Edensor Littlewood, (interpretado pelo ótimo Toby Jones) de que cada número é um amigo para Ramanujan, e ainda a frase dita pelo indiano a seu tutor: “a matemática só vale a pena se expressar um pensamento de Deus.”

Para se emocionar mesmo sem entender muito sobre números.

LANÇAMENTOS

os penetrasPara quem curte comédia nacional, chega aos cinemas nesta quinta-feira Os Penetras 2 – Quem Dá Mais. Internado em uma clínica psiquiátrica, Beto (Eduardo Sterblitch) está desolado por ter sido enganado por Marco (Marcelo Adnet), o malandro que considerava seu amigo.

Até que um dia ele recebe uma notícia que muda os rumos da sua vida e de seus parceiros, Laura (Mariana Ximenes) e Nelson (Stepan Nercessian). Logo depois, os três conhecem o milionário Santiago (Danton Mello) e o mafioso russo Oleg (Mikhail Bronnikov).

 

la la landTambém estreia hoje o vencedor de sete categorias do Globo de Ouro, La La Land – Cantando Estações. Ao chegar em Los Angeles, o pianista de jazz Sebastian (Ryan Gosling) conhece a atriz iniciante Mia (Emma Stone) e os dois se apaixonam perdidamente.

Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo enquanto perseguem fama e sucesso.

Imperdível!

Posts relacionados

Deixe um comentário: