Direção do Singular recebe Seleções Brasil e Alemanha de Vôlei Sentado

Gostou? Clique e Compartilhe:

 

Previous Image
Next Image

info heading

info content


Com Filipe Poli

O Colégio Singular reforçou hoje a imagem de instituição que valoriza atividades e competições esportivas ao receber as seleções paralímpicas de vôlei do Brasil e da Alemanha no ginásio poliesportivo da unidade andreense. As duas equipes disputarão as Paralimpíadas no próximo ano, no Rio de Janeiro. O amistoso foi bastante disputado, mas a Alemanha levou a melhor e venceu o Brasil por 2 set a 1, sendo o primeiro set 27 a 25 para a Alemanha, o segundo 29 a 27 para a Alemanha e o terceiro 31 a 29 para o Brasil.

Para Décio Cataruzzi, professor no colégio e ex-jogador de vôlei da seleção olímpica de 72, a partida é um excelente exemplo para destacar a superação dos atletas. Paolo Gambogi, diretor do Singular, apontou que foi grande a empolgação dos estudantes da escola pelo jogo.  O amistoso em Santo André foi assistido por cerca de 1,2 mil alunos, com idades entre de 15 a 17 anos.

“Pretendemos realizar mais vezes jogos de destaque e internacionais nas nossas dependências”. Gambogi recordou que no último dia 11 foi realizado outro amistoso, desta vez de basquete. Foi a equipe do Singular contra a academia Kappa Magic, da Carolina do Norte (EUA) .

Fernando Lages Guimarães, técnico da Seleção Brasileira de Vôlei Paralímpico e ex-aluno do Singular, contou que a equipe atualmente está em fase de intensos treinos e com agenda de participação em diversos torneios. “Vamos treinar essa semana com a equipe alemã. Eles têm campeonato europeu daqui a um mês e por isso vieram pra cá. Estaremos na Alemanha entre o final de outubro ou novembro.”

Segundo atletas da seleção brasileira, entre seus principais oponentes está a equipe da Bósnia. Guimarães, quando questionado sobre a expectativa para os jogos paralímpicos ressaltou: “Não existe plano B, tem que ser ouro”.

 

Gostou? Clique e Compartilhe:

Posts relacionados

Deixe um comentário: